Ir para o conteúdo

Prefeitura de Dom Feliciano - RS
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Youtube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
AGO
17
17 AGO 2022
TURISMO
Turismo no Santuário
enviar para um amigo
receba notícias
Estava tudo organizado para acontecer um Passeio Turístico grátis durante a festa da Padroeira Nossa Senhora de Czestochowa no dia 15 de agosto, mas infelizmente o tempo não colaborou e choveu muito, o que levou o Departamento de Turismo a cancelar a atividade.
O passeio teria duração de aproximadamente 1 hora e apresentaria aos participantes, o Santuário Nossa Senhora de Czestochowa, a Casa da Cultura e do Imigrante Polonês, Museu Municipal, Casa do Artesão, “Caminhos de Luz” que irá contar um pouco da trajetória do maior Médium do mundo Francisco Valdomiro Lorenz com uma exposição permanente no museu, visita externa nas duas casas em que viveu em Dom Feliciano e seu Memorial. Não pode faltar nesse passeio a linda paisagem do mirante, Cruz do Imigrante e Monumento Nossa Senhora de Czestochowa.
O tempo não ajudou, mas a vontade de conhecer mais sobre Dom Feliciano foi maior e um grupo de pessoas visitou o Santuário que fica bem próximo ao local onde se realizava a festa.
Na oportunidade e visita foi guiada por Elis Regina Sczepaniak e Maria Madalena Markowski, conhecedora da história religiosa na cidade.

Saiba mais sobre o Santuário Nossa Senhora de Czestochowa

O SANTUÁRIO DE NOSSA SENHORA DE CZĘSTOCHOWA, antes de Santuário era denominado “Igreja Matriz Nossa Senhora de Częstochowa”.
Era o ano de 1905, quando Pe. Jan Marek assumiu como pároco e incentivou a comunidade para construção da Igreja, pois existia uma Capela grande que a comunidade fez logo que chegaram os imigrantes, mas o Santuário que existe atualmente é o que foi idealizado. Ele reuniu a comunidade, e sugeriu dividir os trabalhos por comunidades e anotando quem poderia colaborar. No dia 7 de maio de 1906, uma comissão formada para organizar os trabalhos iniciou as obras com abertura das valas para o alicerce da Igreja. Em dezembro de 1909 as paredes são levantas e a parte da torre foi erguida. Por estar sendo construída com trabalho voluntário da comunidade, era lento o processo. E assim que assumiram os Padres Josué Bardin e o Pe. Stefano Stavianowski, sendo que com o Pe. Stavianowski os trabalhos da construção aceleraram. De 1910 a 1914 foi contratado o marceneiro Tomasz Cichowski, para fazer e colocar as janelas, forro, portas e assoalho, e o pedreiro Maciel Lempek rebocou a Igreja nas paredes e Vicenty Pankowski o reboco da torre, e ainda coordenou a pintura e a vinda da Estátua de Santo Feliciano, e iniciaram o altar. Mesmo não estando concluída a Igreja foi inaugurada, no dia 15 de novembro de 1914, fazendo sua benção o Monsenhor João Cordeiro da Silva. E em julho de 1917 o Pe. Guala Maria Stys continuou as obras do Majestoso Altar principal da Igreja, obra prima esculpida pelos marceneiros Alexandre Szostakowski e Narozny. A benção do altar aconteceu no dia 20 de novembro de 1921.
Após muitos anos estar sendo usada pela comunidade, em 1981 a Igreja passa por uma grande reforma e ampliação, na época coordenada pelo Pe. José Wojnar. Restauração do Altar Mor, decoração interna, colocação da cruz metálica de cobre na torre e confecção dos painéis da Via Sacra e dos Vitrais pelo Artista dos Deuses, ARYSTARCH KASZKUREWICZ, que sem as mãos e a visão do olho esquerdo que perdeu na Guerra na Polônia, esculpiu a Via Sacra e as laterais da entrada do altar, usava as espátulas amarradas aos punhos para esculpir os painéis.
No RS, só Dom Feliciano, Erechim e Passo Fundo tem suas obras, por esse motivo ao visitar o Santuário é importante lembrar o trabalho desse artista extraordinário.
Mais uma das obras importantes, foi a idealização e criação do SANTUÁRIO DE NOSSA SENHORA DE CZĘSTOCHOWA em 1996, pelo Pároco da época Pe. Ivanor Macieski, pela comemoração do Centenário da Paróquia, uma réplica do quadro original da Polônia, com abertura e fechamento do quadro com uma fanfarra, como em seu país de origem, onde a Igreja passou a ser um Santuário Mariano, e a Cerimônia foi na Festa da Padroeira dia 15 de Agosto daquele ano com a celebração presidida pelo Bispo Stanislaw Stefanek da Polônia e nosso Bispo Dom Sinésio Bohn, um sonho que tornou-se realidade.
Após alguns anos, mais precisamente em agosto de 2016, o atual Pároco Pe. Przemyslaw Tomasz Januszewski, preocupado com a situação do Santuário, que estava a muito tempo sem manutenção, teve a ideia de fazer uma grande reforma, tanto externa, como interna.
Para isso era preciso muito dinheiro, então o Sr. Dionísio Dostatny formou uma Comissão Especial que era assim formada: Dionísio e Tereza Dostatny, Gilberto e Gilsa Puchalski, Marco e Angela Janovik, Eugênio e Lélia Stelmaszczyk, Francisco e Eliane Dostatny, Jorge e Regina Biedzicki, Paulo Siemionko e Clélia Oliszewski, idealizaram e sugeriram a “Campanha do Mil” com apoio e autorização do Pe. Tomasz. Essa campanha teria duração de um ano e consistia na Doação de Mil reais por família, comércio ou entidade, onde os doadores além de estarem contribuindo com a reforma, teriam seu nome no Livro de Ouro e eram contemplados com a imagem de Nossa Senhora de Częstochowa com nome do Doador inscrito. A Campanha durou exatamente, um ano, encerrando em agosto de 2017.
Seta
Versão do Sistema: 3.2.9 - 07/12/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia